Nomes de orquideas.



           Clowesia é um género botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae). Foi proposto em 1843 por John Lindley, publicado em Edwards's Botanical Register 29: Misc. 25, a Clowesia rosea Lindley. Seu nome é uma homenagem ao orquidófilo inglês J. Clowes.
Sete espécies pertencem a este gênero de plantas epífitas, cujo centro de dispersão pode ser considerado o sul do México e que se distribuem por toda a América Central até os limites da Amazônia.
As Clowesia têm pseudobulbos com diversos nós e folhas decíduas, finas e nervuradas. A inflorescência é pendente, racemosa e normalmente brota nos nodos basais do pseudobulbo. As muitas flores são perfumadas, com sépalas e pétalas similares, labelovariável, comum de margens fimbriadas, e coluna curta e larga com duas polínias.
É um gênero muito próximo de Catasetum, dos quais difere por apenas por apresentar pseudobulbos em regra menores e somente flores hermafroditas, sem antenas, com estigma transversal e polinário normal.

Clowesia aproximadamente 7 espécie 

001. Clowesia amazonica - K.G.Lacerda & V.P.Castro, Bradea 6: 386 (1995).



002. Clowesia dodsoniana -  E.Aguirre, Orquídea (Mexico City), n.s., 10: 192 (1986).
003. Clowesia glacoglosso -  (Rchb.f.) Dodson, Selbyana 1: 137 (1975).
004.  Clowesia rosea     Lindl., Edwards's Bot. Reg. 29(Misc.): 25 (1848).





005. Clowesia russelliana - Hook. Dodson, Selbyana 1: 136 (1975).









006. Clowesia thylaciochila - Lem. Dodson, Selbyana 1: 136 (1975).
007Clowesia warczewiczi -  Lindl. & Paxton Dodson, Selbyana 1: 136 (1975).



********************************************************************************

Mormodes


Mormode: é um genéro botanico pertencente à familia das orquídeas (Orchidaceae). Foi proposto por John Lindley, em A Natural System of Botany 446, em 1836. A espécie tipo é a Mormodes atropurpurea Lindley. O nome do gênero indica que suas flores tem aparência fantasmagórica. Mormodes, é gênero próximo ao gênero Catasetum, porém de porte menor, com flores hermafroditas de formatos intrigantes, cuja coluna é retorcida para um dos lados.
Destribuição:
O gênero Mormodes agrupa cerca de oitenta espécies epífitas das florestas tropicais quentes, de baixa altitude, da América Central ao Nordeste e sul do Centro Oeste brasileiros. Pouco mais de vinte espécies existem no Brasil, porém nos últimos anos várias espécies novas tem sido encontradas e descritas.

Descrição:
Possuem pseudobulbos carnudos, oblongos e anelados, Muito parecidos, se não iguais aos de Catasetum, com diversas folhas dísticas, normalmente decíduas, estreitas, nervuradas. herbáceas. A inflorescência é produzida das gemas dos nós nas laterais dos pseudobulbos, comum na base ou abaixo da metade, fato bastante distintivo em relação a Cycnoches, que floresce quase sempre perto do ápice dos pseudobulbos.
As flores são muitas e vistosas, de coloridos variados, vermelhas, vinho escuro, alaranjadas, rosadas ou amareladas, pintalgadas ou não. A sépala dorsal algo arqueada sobre acoluna e as laterais voltadas para trás. As pétalas mais largas e ainda mais arqueadas sobre a coluna ou eretas. O labelo é algo trilobado, atenuado em espécie de unguículo na base, em regra com os lobos fortemente arcados para trás, formando uma espécie de túnel, preso à base da coluna, que não apresenta pé, nem asas. Esta sempre é torcida para um dos lados, expondo o estigma, e de modo que o agente polinizador, ao aterrissar sobre o labelo, terá de esbarrar na antera, recebendo imediatamente o retináculo em suas costas, ou se já vier carregando um polinário, polininizará a flor. A antera contém duas polínias, raramente quatro.

Mormodes aproximadamente 34 Espécies

                           Mormodes amazonica = Mormodes buccinator
001. Mormodes atropurpurea



















002. Mormodes aurantiaca
003. Mormodes aurea
004. Mormodes auriculata
                           Mormodes brachystachya = Mormodes buccinator
005. Mormodes buccinator= Mormodes lentiginosa, Mormodes brachystachya, Mormodes
        flavida, Mormodes leucochila, Mormodes marmorea, Mormodes vitellina, Mormodes
        wageneriana, Mormodes theiochlora, Mormodes stenoglossa, Mormodes amazonica.





006. Mormodes carnevaliana
007. Mormodes castroi


008. Mormodes colossus







009. Mormodes cucumerina
010. Mormodes dasilvae



011. Mormodes densiflora
012. Mormodes elegans



013. Mormodes escobarii - Pabst, Orquideologia 4: 113 (1969)



014. Mormodes fractiflexa - Rchb.f., Gard. Chron. 1872: 141 (1872)



                           Mormodes flavida = Mormodes buccinator
                           Mormodes hirsutissima = Mormodes warszewiczii
015. Mormodes ignea







016. Mormodes hoehnei
017. Mormodes issanensis
018. Mormodes lawrenceana



                          Mormodes lentiginosa = Mormodes buccinator
                          Mormodes leucochila = Mormodes buccinator
019. Mormodes lineata



020. Mormodes luxata




021. Mormodes maculata





                              












                              
                            Mormodes marmorea = Mormodes buccinator

022. Mormodes nagelli



023. Mormodes paraensis



                          Mormodes revoluta = Mormodes warszewiczii
023. Mormodes rodriguesiana
024. Mormodes rolfeana





025. Mormodes romanii - Dodson, Icon. Pl. Trop. 1: t. 171 (1980)



025. Mormodes rosea



026. Mormodes sinuata



027. Mormodes speciosa -  Linden ex Lindl. & Paxton, Paxton's Fl. Gard. 3: 174 (1853)



                           Mormodes stenoglossa = Mormodes buccinator
028. Mormodes tapoayensis




                           Mormodes theiochlora = Mormodes buccinator
029. Mormodes tigrina - Barb.Rodr., Gen. Spec. Orchid. 1: 131 (1877)


030. Mormodes tuxtlensis - Salazar, Orquídea (Mexico City), n.s., 11: 52 (1988)


031. Mormodes variabilis -  Rchb.f., Gard. Chron. 1869: 1038 (1869)




032. Mormodes vernixioidea



033. Mormodes vinacea



                           Mormodes vitellina = Mormodes buccinator
                           Mormodes wageneriana = Mormodes buccinator
034. Mormodes warszewiczii = Mormodes revoluta, Mormodes wolteriana, Mormodes
         hirsutissima





                            Mormodes wolteriana = Mormodes warszewiczii

*********************************************************************************

Cycnoches



           Cycnoches é um género botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae). Foi proposto em 1832 por John Lindley, publicado em The Genera and Species of Orchidaceous Plants 154. A espécie tipo é a Cycnoches loddigesii Lindley. Seu nome vem do grego kyknos, cisne, e oches, pescoço, em referência ao formato da coluna de suas flores masculinas, que lembra um pescoçode cisne.

Distribiuição:
Cerca de trinta espécies pertencem a este gênero de plantas em regra epífitas, que se encontram amplamente distribuídas pela América tropical, Central e do Sul, desde o México até a Bolívia e sudeste do Brasil, podendo ser considerado o norte da Amazônia seu centro de dispersão. Normalmente habitam troncos de palmeiras, ou outras árvores onde haja grande produção de detritos, que, como em Catasetum e Mormodes, acabam por acumular-se em meio às ramificações de suas raízes pneumatóforas. Preferem locais mais secos onde recebam bastante luminosidade.

Descrição:
As Cycnoches tem pseudobulbos carnosos e maciços, com diversos nodos e folhas dísticas, decíduas, finas e veiadas. Ainflorescência normalmente brota nos nodos apicais em regra com flores unisexuadas. Por vezes apresenta duas inflorescências separadas com flores de sexos diferentres, ou mesmo variando alternadamente ao longo dos anos. Aparentemente a quantidade de luz que a planta recebe determina o tipo de flor a ser produzida.
As sépalas e pétalas, são livres, planas ou reflexas, carnosas ou membranosas, parecem-se, porém as últimas costumam ser algo mais largas. O labelo costuma ser bastante complicado, carnoso, em regra com excrescências longas e glândulas diversas plano ou levemente curvado e atenuado em unguículo para a base. A coluna não tem pé, é clavada no ápice.
Normalmente há mais flores masculinas que femininas, em poucas espécies ambas são parecidas sendo então a principal diferença o fato da coluna da flor masculina ser mais longa, delgada e arcada, sem apêndices na face anterior. Em ambas o ápice da coluna é espessado, na flor masculina a antera contém duas polínias redondas e compactas. Por outro lado, na maioria das espécies as flores femininas se parecem e são diferentes das flores masculinas, sua coluna é mais curta, alada na porção terminal ao lado da bem desenvolvida cavidade do estigma, apresenta antera atrofiada, e o labelo, sépalas e pélatas apresentam-se mais carnosos.

Cycnoches chlorochilon (flor feninina)

Cycnoches chlorochilon (flor masculina)

Características distintivas: Parentes próximas de Catasetum, deles de diferenciam pelos pseudobulbos em regra mais alongados, mas principalmente pela coluna das flores masculinas que é muito delgada, curva e longa, nunca com apêndices na face anterior.

Lista de Cycnoches aproximadamente 34

                            Cycnoches amesianum = Cycnoches pentadactylon
001. Cycnoches amparoanum - Schltr. (1923) 
002. Cycnoches aureum - Lindl. & Paxton (1852)
003. Cycnoches barthiorum - G.F.Carr & Christenson (1999)



004. Cycnoches bennetti - Dodson Icon. Pl. Trop. (1989)
005. Cycnoches brachydactylon - Schltr. (1924)
006. Cycnoches carrii - Christenson (1999)
007. Cycnoches chlorochilon


008. Cycnoches cooperi = Cycnoches pentadactylon - Rolfe (1913)


                            Cycnoches cucullatum = Cycnoches loddigesii
009. Cycnoches  densiflorum - Rolfe (1909)
010. Cycnoches dianae - Rchb.f. (1852)
                            Cycnoches espiritosantense = Cycnoches pentadactylon
011. Cycnoches egertonianum - Bateman (1842)




012. Cycnoches farnsworthianum - D.E.Benn. & Christenson (2001)
013. Cycnoches glanduliferum - Rolfe (1892)
014. Cycnoches guttulatum - Schltr. (1922)
015. Cycnoches haagii = Cycnoches versicolor



016. Cycnoches herrenhusanum - Jenny & G.A.Romero (1991)


017. Cycnoches jarae - Barb.Rodr. (1881)
018. Cycnoches lehmannii - Rchb.f. (1878)


019. Cycnoches loddigesii = Cycnoches cucullatum - Lindl. (1832



020. Cycnoches lusiae - G.A.Romero & Garay (1999)
021. Cycnoches maculatum -  Lindl. (1840)


022. Cycnoches manoelae - P.Castro & Campacci (1993)


023. Cycnoches pachydactylon - Schltr. (1922)
024. Cycnoches pentadactylon= Cycnoches amesianum, Cycnoches espiritosantense



025. Cycnoches peruvianum - Rolfe (1891)       



026. Cycnoches powelli - Schltr. (1922)
027. Cycnoches quatuorcristis - D.E.Benn. (1992)
028. Cycnoches rossianum - Rolfe (1891)
029. Cycnoches schimidtianum - Christenson & G.F.Carr (2001)

030. Cycnoches stelliferum - Lodd. (1844)
031. Cycnoches stenodactylon - Schltr. (1922)
032. Cycnoches suarezii - Dodson Icon. (1989)
033. Cycnoches thurstoniorum - Dodson (1989)
                           Cycnoches ventricosum Cycnoches chlorochilon
                           Cycnoches versicolor Cycnoches haagii
034. Cycnoches warszewiczii - Rchb.f. (1852)
                           

Cycnoches Hibridos

Cycnoches Martha Clarke

Cycnoches Jumbo Puff

Cycnoches Taiwan Gold 'Orchis'

Cycnoches Herrenhusuanum x cycnoches cooperi 

Cycnoches Wine Delight

*********************************************************************************
Cantinuação catasetem atualizado em

http://fotografo-osgomes.blogspot.com.br/p/cataseteum.html

Bulbophillum atualizado em

http://fotografo-osgomes.blogspot.com.br/p/catalogo-de-orquideas.html


*******************************************************************************

Cattleyella araguaiensis - uma novidade da nova nomecratura.




  • Cattleyella é um género botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae), endémico do Brasill . Este gênero possui uma única espécie cujo habitat são as margens do Rio Araguaia.
Histórico: O gênero Cattleyella foi proposto por Cássio van den Berg & Mark W. Chase no Boletim CAOB 52; 99, em 2003. A Cattleyella araguaiensis é a espécie tipo deste gênero. Foi originalmente descrita por Guido Pabst como Cattleya araguaiensis.

Etimologia: Seu nome é uma referência ao fato de antes ter pertencido ao gênero Cattleya, com o qual é aparentada.

Dispersão: Cattleyella é um gênero com apenas uma espécie epífita, de crescimento cespitoso, que existe nas matas próximas ao Rio Araguaia, em TocantinsGoiás.

Filogenia: Segundo a filogeniade Laeliinaepublicada em 2000 por Van den Berg et al., Cattleyella forma com Myrmecophila,Guarianthe,Rhyncholaelia,Brassavolae Cattleyaum dos grandes clados de Laeliinae, inserido entre os grupos de Prosthechea e de Sophronitis. Especificamente, Cattleyella situa-se entre Guarianthe, que é o novo gênero das Cattleya bifoliadas da América Central, e Brassavola. É importante notar que o trabalho de Van den Berg, principalmente no que se refere ao relacionamento entre as espécies ainda é um estudo preliminar, sua situação exata pode mudar com o resultado de mais testes.

Descrição : Este gênero caracteriza-se por seus pseudobulboscilíndricos, unifoliados, finos e folhas rígidas, carnosas, oblongas, com ápice mais ou menos agudo, que conferem à planta uma aparência extremamente parecida com a de Pleurothallis saurocephala. A inflorescênciaé apical comumente uniflora, ocasionalmente, quando bem cultivada, com mais flores.

As flores são estreladas, com sépalasestreitas, lanceoladas, as laterais assimétricas. Pétalasum pouco mais curtas e ainda mais estreitas que as sépalas, também lanceoladas, um pouco recurvadas. Labelo amplo, levemente trilobado, com lobos laterais envolvendo completamente a coluna e central muito pequeno, um pouco dobrado para baixo. Tanto as sépalas quanto as pétalas são marrons, com ou sem máculas amareladas ou ocres e o labelo é branco com tubo amarelado e parte frontal púrpura que se dilui para a frente em tons mais claros ou acastanhados.

Espécie seguida de seus respectivos sinônimos: Cattleyella araguaiensis (Pabst) van den Berg & M.W.Chase.